Aos 95 anos, idosa vence depressão e conclui pós-graduação em direito

Arrow
Arrow
Slider

Nem a depressão que enfrentou depois que ficou viúva e a idade impediram a estudante Lindaura Cavalcanti de realizar seu sonho. Isso mesmo, estudante. Aos 95 anos, a determinada idosa concluiu curso de pós-graduação em direito processual na Sociedade Pernambucana de Cultura e Ensino. Ela aprendeu a ler e a escrever muito cedo, aos 4 anos de idade. Fez o curso de farmácia na Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), mas queria mesmo era ser advogada.

idosa-vence-depressão

A adorável senhora é a prova de que nada se torna um obstáculo quando se há força de vontade. “Meu pai era farmacêutico e meu irmão mais velho fez direito. Eu fiquei pensando desde criança em fazer direito. Hoje me sinto satisfeita, me sinto feliz”, expressa Lindaura, ao dizer que próximo passo é passar no exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

Símbolo de perseverança, Lindaura é a queridinha da turma. Nem o problema de audição a impediu de dar um jeitinho de estudar mais. A professora Alexa Soares relembra que a idosa sempre procurava os docentes em busca de material para estudar. “Ela mesmo buscava junto aos professores e os professores se disponibilizavam para ajudá-la de toda forma, porque não é todo dia que temos um aluno interessado”, conta.

Com a ajuda da cuidadora Rosilda Nascimento, a idosa é moradora do bairro de Água Fria, Zona Norte do Recife, e ia para aula na Avenida João de Barros, na Boa Vista, área central da capital, de ônibus. Não muito craque nos equipamentos eletrônicos, Lindaura fazia os trabalhos à mão mesmo.

“Para nossa turma, ela é sinônimo de perseverança. É um exemplo a ser seguido. É um exemplo desse que o país precisa”, acredita o colega de turma, Renato Miranda. Completando o aluno, José Melquiades, também estudante, diz que a senhora traz uma reflexão para os jovens. “Esses jovens acomodados que acham que o estudo é a coisa mais difícil do mundo”, conclui.

Lindaura é matriarca de uma família de seis filhos, onze netos e seis bisnetos. A filha, Verônica Arruda, diz que ela é motivo de orgulho. “É uma glória porque mês passado ela teve um acidente e toda família achou que seria muito difícil a recuperação dela. É um milagre”, comemora.

Estudando

Se essas histórias te dão mais motivação para continuar estudando, vou passar algumas dicas de como se preparar de uma forma eficaz.

É muito comum ficar perdido quando se está começando a estudar para concurso. Você quer abraçar o mundo e estudar todas as matérias de todas as áreas de uma só vez. Por isso, antes de prestar qualquer concurso, veja se você se adequa ao cargo e se você tem afinidade com as disciplinas cobradas no edital. Aqui você pode ver um artigo cheio de dicas detalhadas de como estudar para concurso. LINK AQUI

Se você tem problemas de concentração, atenção, foco e memória, te aconselho a dar uma lida neste artigo que explico sobre a RITALINA, uma droga que dizem ser o remédio da inteligência. Lá eu explico por que a droga não funciona, além de mostrar uma outra técnica que eu utilizei e que me causou um efeito muito melhor do que a ritalina e que foi muito mais barato que um comprimido. Veja o link aqui.

Agora se você quer conhecer alguns sites para estudar sem ter que pagar um centavo, dê uma olhada aqui (LINK). O artigo reune vários sites que disponibilizam ferramentas para que você possa estudar totalmente de graça.

Se você gosta de passar horas e horas na frente do celular, alguns aplicativos podem regular suas horas de estudos, além de ter vários exercícios. Muito bom pra baixar de graça. LINK.    DO G1