Concursos públicos já começam a utilizar notas do Enem

Alguns concursos públicos passaram a adotar o uso da nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) na primeira etapa do processo seletivo. Essa mudança amplia a possibilidade do candidato poder participar de certames fora de seu município, já que a prova é nacional e pode ser realizada em sua cidade de origem. enem-exame-nacional-ensino-medioO exame era conhecido apenas por ingressar o estudante em um curso superior, mas esse cenário começou a ser alterado há anos. Um exemplo disso é a Polícia Militar da Paraíba, que utiliza o critério de avaliação teórica do Enem desde 2013 como forma de classificação dos candidatos para as fases seguintes.

Nesse ano, o Enem inscreveu mais de 8 milhões de estudantes. Esses candidatos podem concorrer às várias oportunidades em concursos públicos e ter a oportunidade de ingressar na carreira pública, garantindo estabilidade e alto salário.

Concursos que adotaram o Enem

A Polícia Militar do Estado da Paraíba abriu edital de concurso público para o curso de formação de oficiais, com provimento de 30 vagas para o cargo de oficial da Polícia Militar ao final do curso. Para participar do certame é necessário estar inscrito no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

A participação no certame poderá ser garantida no período de 4 de julho a 8 de agosto no site: www.pm.pb.gov.br. O candidato precisará informar o número da inscrição do Enem 2016 no ato do cadastro. O valor da taxa de seleção é de R$ 50.

Para ingressar na carreira de oficial da Polícia Militar é necessário possuir o ensino médio; altura mínima de 1,60m (mulheres) e 1,65m (homens); e ter no máximo 30 anos no ato da matrícula do curso (31 de dezembro de 2017). O salário inicial é de R$ 5.867,62.

O certame da Polícia Militar será constituído das seguintes etapas: prova escrita (Enem 2016); exame psicológico; avaliação de saúde; teste de aptidão física e avaliação social.

Outra oportunidade de concurso público que utiliza a nota do Enem é o da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag), situada no município de Belo Horizonte, no Estado de Minas Gerais. A oferta é de 40 vagas para o cargo de especialista em políticas públicas e gestão governamental.

Quem possui o ensino médio completo e está inscrito no Enem 2016 pode se candidatar ao posto. A remuneração inicial é de até R$ 5.100, considerando o vencimento inicial acrescido de 100% da gratificação de desempenho e produtividade individual e institucional.

A inscrição poderá ser realizada no período de 20 de julho a 20 de setembro. A ficha de cadastro estará disponível no site da organizadora: www.idecan.org.br. O valor da taxa de seleção é de R$ 60.

O concurso público da Seplag contará com duas etapas: prova objetiva e de redação (correspondentes ao Enem 2016); e curso de graduação pública, ministrado pela Escola de Governo Professor Paulo Neves de Carvalho, da Fundação João Pinheiro.

Fonte: JCCONCURSOS

Concursos públicos já começam a utilizar notas do Enem
Avalie este artigo!