Jovem vítima de abuso sexual por 10 anos recebe autorização para eutanásia

Arrow
Arrow
Slider

Uma jovem holandesa vítima de abuso sexual durante dez anos morreu após receber autorização da Justiça de seu país para se submeter à eutanásia por meio de uma injeção letal.

Conforme informou a Comissão de Eutanásia da Holanda nesta semana, a garota preferiu a eutanásia do que continuar a lidar com os danos psicológicos causados pelo abuso que sofreu dos 5 até os 15 anos de idade.

abusada

A mulher, que não foi identificada, sofria de estresse pós traumático, depressão crônica, anorexia severa e alucinações.

Os médicos do país acreditavam que suas doenças eram incuráveis e, por isso, a Comissão permitiu que ela desse fim à sua vida. O órgão afirma que ela estava “totalmente competente” e no controle de suas faculdades quando tomou a decisão.

A notícia da morte causou polêmica em países da Europa, como no Reino Unido. “Um procedimento desses quase manda a mensagem que se você é vítima de abuso, e consequentemente fica com problemas mentais, será morta. Você está sendo punida com a morte por ser uma vítima”, disse ao The Independent o parlamentar Robert Flello.

Com informações do O Globo.