Pronomes de Tratamento e Vocativos

Quando se fala em redação oficial, muitos concurseiros já sentem um frio na barriga, um gelo na espinha e um desespero. A Principal causa é por não se lembrarem como e quando usar corretamente os Pronomes de Tratamento e Vocativos. Se você tem esses sintomas e – provavelmente tenha – acompanhe comigo este artigo.

No nosso dia a dia, na linguagem informal, não é nenhum pouco comum chamarmos as pessoas de Vossa Excelência, Vossa Senhoria etc. Daí vem a dúvida na hora da prova: como é que eu me refiro ao Presidente da República mesmo? Pronto um ponto a menos por bobeira.

pronomes de tratamento

O uso adequado dos pronomes de tratamento também serve para que você não passe vergonha. Lembre-se, concurseiro, provavelmente vai trabalhar com alguma autoridade, e vai precisar usar a linguagem correta. Pense: se você fosse uma autoridade, é provável que também gostaria que usassem corretamente os pronomes de tratamento e os vocativos.

De toda forma, antes de entrarmos nos tópicos “Como utilizar os Pronomes e Vocativos” aconselho que leiam o MANUAL DE REDAÇÃO OFICIAL DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA.

Como utilizar os Pronomes de Tratamento

Os pronomes de tratamento representam a 2ª pessoa do discurso (com quem se fala), porém toda a concordância deve ser feita com a 3ª pessoa (singular ou plural).

Exemplos:

  • Vossa Excelência saístes com vossos assessores. (errado)
  • Vossa Excelência saiu com seus assessores. (correto)
  • Vossa Senhoria nomeareis o vosso substituto. (errado)
  • Vossa Senhoria nomeará o seu substituto. (correto)

Emprego dos Pronomes de Tratamento

O termo Vossa Excelência (V. Ex.ª) é usado as seguintes autoridades:

No Poder Executivo:

  • Presidente da República;
  • Vice-Presidente da República;
  • Ministros de Estado;
  • Governadores e Vice-Governadores de Estado e do Distrito Federal;
  • Oficiais-Generais das Forças Armadas;
  • Embaixadores;
  • Secretários de Estado dos Governos Estaduais;
  • Prefeitos Municipais;
  • Secretários-Executivos de Ministérios; e
  • demais ocupantes de cargos de natureza especial.

No Poder Legislativo:

  • Deputados Federais e Senadores;
  • Deputados Estaduais e Distritais;
  • Ministros do Tribunal de Contas da União;
  • Conselheiros dos Tribunais de Contas Estaduais;
  • Presidentes das Câmaras Legislativas Municipais.

No Poder Judiciário:

  • Ministros dos Tribunais Superiores;
  • Membros de Tribunais;
  • Juízes;
  • Auditores da Justiça Militar.

Se você não tem o Manual impresso, mas gostaria de ter, essa é uma ótima forma de conseguir: Como conseguir livros de graça do Senado.

Uso dos Vocativos

A função do vocativo é chamar, e ao ser empregado em comunicações dirigidas aos Chefes de Poder (Executivo, Legislativo e Judiciário) é Excelentíssimo Senhor, seguido do cargo respectivo:

  • Excelentíssimo Senhor Presidente da República,
  • Excelentíssimo Senhor Presidente do Congresso Nacional,
  • Excelentíssimo Senhor Presidente do Supremo Tribunal Federal,

As demais autoridades serão tratadas com o vocativo “Senhor”, seguido do cargo respectivo:

  • Senhor Senador,
  • Senhor Juiz,
  • Senhor  Ministro,
  • Senhor Governador,
  • Senhor Prefeito.

Vossa Senhoria é empregado para as demais autoridades e para particulares.

Observações

Um dos princípios da Redação Oficial é a IMPESSOALIDADE, por isso, deve se evitar usar termos que não estejam no próprio MANUAL DE REDAÇÃO OFICIAL. Termos muito utilizados em outrora, como digníssimo devem ser abolidos.

Gostou do texto? Avalie