Como funciona o Enem – Datas, aproveitamento de notas e outros

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Todos os estudantes do ensino básico desejam saber: como funciona o Enem? Uma das avaliações mais esperadas de todos os anos não é a de matemática ou português, ou melhor, não só essas. A avaliação mais aguardada é o Enem, principalmente para aqueles que já estão deixando o ensino básico/médio e desejam se jogar na vida universitária.

O Enem é um dos caminhos mais disputados para quem não quer arcar com grandes valores de faculdades privadas. Além disso, é uma das formas de conquistar uma vaga em uma das universidades federais do país. Por isso, a preparação para essa prova deve ser levado muito a sério!

Neste artigo você vai compreender melhor como funciona o Enem, bem como sua história, a divisão das provas, disciplinas exigidas e como fazer bom proveito de sua nota.

aproveitar a nota para entrar na faculdade

A história do Enem

Criado em 1998, o Enem é uma prova criada pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP). Este instituto é vinculado ao Ministério da Educação do Brasil. Suas provas anuais são usadas como meio de avaliar o nível de conhecimento dos estudantes brasileiros.

Na primeira edição da prova não se tinha outro intuito, a não ser avaliar no geral os estudantes. Porém, já na segunda edição foi buscada uma forma de elevar a importância dessa avaliação. Com isso, cerca de 93 instituições de ensino superiores adotaram o exame como uma forma de ajudar os estudantes a entrarem no nível superior através da nota alcançada.

Em 2004, o Exame Nacional do Ensino Médio passou a ser usado como meio de conseguir bolsas de 50% ou 100% através do Prouni. Para isso, os alunos deveriam e devem até hoje se inscrever no programa para que possam concorrer às vagas.

O modelo antigo do Enem que foi usado entre 1998 e 2008 possuía cerca de 63 questões objetivas e uma redação. Além disso, a prova era toda realizada em apenas um dia, normalmente no domingo. A partir de 2009 o ministro da Educação da época, Fernando Haddad, começou a projetar outro formato para o Exame.

Então no ano de 2012 o projeto foi colocado em vigor. Nisto, nos dias atuais a prova é realizada em dois dias, normalmente nos domingos. A prova ainda conta com cerca de 180 questões objetivas, além da redação. A partir de 2015, as Universidades federais começaram a adotar o exame para determinar a entrada de novos alunos na rede federal de ensino superior. Portanto, através do SISU é a única maneira hoje de ingressar na federal.

Quem pode fazer o Enem?

Para saber como funciona o Enem, neste caso, a prova pode ser feito por alunos do Ensino Médio ou que já concluíram essa fase de ensino básico. Alunos que ainda estão no primeiro ou segundo ano do ensino médio podem realizar a prova mas suas notas não poderão ser utilizadas.

Ao terminar o ensino médio, esses alunos que fizeram a prova deverão fazê-la novamente se desejarem entrar na universidade ou faculdade através de bolsas. Ah, vale lembrar que o curso de medicina é um dos mais concorridos no país.

Além disso, a realização da prova pode ser feita de forma gratuita por alunos que estão concluindo o ensino médio. Em outros casos, deve-se realizar o pagamento para fazer a prova que normalmente é no valor de R$85,00. Existe ainda a opção de isenção do pagamento para pessoas que declararem ser de baixa renda. Todo o procedimento deve ser realizado no site no ato da inscrição.

Como é a divisão e quando ocorre a prova? disciplinas e datas

A prova do Enem possui 180 questões de múltipla escolha e é dividida entre:

  • Ciências da Natureza e suas tecnologias – 45 questões;
  • Ciências Humanas e suas tecnologias – 45 questões;
  • Linguagens, Códigos e suas tecnologias – 45 questões;
  • Matemática e suas tecnologias – 45 questões;
  • Redação – com dissertação-argumentativa de texto em prosa em relação ao tema social, cultural, científico ou político proposto.

A avaliação do Enem acontece em Novembro nas datas 03 e 10. Ou seja, em dois domingos consecutivos do mês.

Como aproveitar a nota para entrar na faculdade particular e pública pelo Enem

Pois bem, uma das maneiras de compreender como funciona o Enem é também entender que ele não serve apenas para controlar o desempenho dos alunos do Brasil. Portanto, se você tem o desejo de entrar para a faculdade privada, pode usar sua nota para se inscrever e concorrer bolsas. Estudar por um bom cursinho, como o Descomplica, pode ajudar na sua aprovação.

Os programas que mais atendem pelas notas do Enem são:

  • Prouni;
  • Nossa Bolsa;
  • Fies;
  • Educa Mais Brasil.

Portanto, se você deseja entrar para a rede de ensino superior privada busque realizar sua inscrição em todos esses programas. Inclusive, é importante que você se atente às datas que cada programa faz a seleção. É super importante que você não perca essa oportunidade. Ainda que possa ser muito concorrido, você tem a oportunidade de conseguir uma vaga no primeiro semestre e também no segundo.

Para a entrada nas faculdades federais do país, o único programa que faz a seleção é o Sisu. Portanto, se você não deseja entrar na faculdade de rede privada mas quer fazer a graduação na rede federal, essa é a sua única chance. Antigamente tinham os vestibulares apenas dentro das universidades. No entanto, hoje em dia, essa modalidade de seleção acontece apenas em algumas universidades ao meio do ano.

Declarações finais

Estudar é um dos métodos mais eficazes de adquirir conhecimento. Independentemente de qualquer profissão que você queira seguir, estudar é o único caminho para isso. Entender como funciona o Enem é um grande passo para dar início à jornada em busca de se tornar um grande profissional.

Hoje em dia, são muitas as chances de se conseguir fazer uma graduação. Por isso, não perca a oportunidade de encarar os estudos como algo que pode te levar longe. Afinal, esse é na verdade, o único caminho possível.

No mais, agora que você compreende como funciona o Enem, busque ao máximo se dedicar aos estudos, pois as suas chances são grandiosas. Aposte em você e em sua capacidade e não se esqueça jamais que você pode ir longe! Se precisar, entre em cursinhos presenciais ou online, estude com os amigos ou sozinho. O que você não pode permitir é que essa oportunidade passe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.