APRENDA A ESTUDAR PARA CONCURSO PÚBLICO

Produzimos o melhor conteúdo para concurseiros. Aqui tem tudo que você precisa para ser aprovado.

O Que Todo Concurseiro Deveria Saber Sobre a Curva do Esquecimento

Curva do esquecimento

Tem coisa mais estressante do que esquecer grande parte da matéria que você passou horas estudando? Claro que não! E isso está relacionado a uma técnica maldosa utilizada por nosso cérebro: a Curva do Esquecimento.

como acontece o esquecimento

É sempre a mesma coisa: você se esforça para aprender e tenta memorizar o máximo de conteúdo possível. Acontece que são tantas disciplinas, tantos assuntos diferentes que você precisa estudar…

Na maioria das vezes você mal consegue entender um tópico e já precisa passar para outro – o tempo é escasso.

Chega a um determinado momento em que você se dá conta de que não lembra mais do que estudou no dia anterior, muito menos do que estudou na semana passada. 🙁

É frustrante saber que mesmo dedicando muitas horas para aprender a matéria o seu resultado não é compatível com seu esforço.

E a situação fica pior cada vez que você decide resolver questões sobre o assunto que estudou e não consegue identificar a alternativa correta.

Parece que algumas matérias foram simplesmente “deletadas” da sua cabeça e que você terá que estudar tudo de novo, começando do zero. O que provavelmente será impossível, já que o tempo é escasso e a quantidade de matéria é absurda.

Então, você começa a ter medo.

A fase do Medo e da decepção

Medo de ter um branco na hora da prova e não conseguir acertar o suficiente para ficar dentro das vagas; Medo de estar jogando tempo e dinheiro fora, afinal de contas você precisa investir para ter acesso a bons materiais; Medo de não conseguir e de decepcionar a sua família…

Isso tudo gera uma ansiedade muito grande e você não demora a colocar parte da culpa na sua memória “fraca”!

Mas, será que você tem problema de memória ou será que não está sabendo como usar a sua capacidade de aprender e lembrar o que estudou?

Se isso já aconteceu com você, não desanime. Saiba que a culpa não é sua. Esse problema afeta quase todo mundo que estuda para concurso!

A culpa é da falta de informação sobre como podemos facilitar o processo de memorização.

O fato é que passamos anos estudando, mas não aprendemos métodos e técnicas que facilitem esse armazenamento.

E isso gera um enorme problema quando nos preparamos para um concurso em que a memória é exigida ao máximo.

Como nosso cérebro memoriza o que estudamos

Foi em busca de uma solução para esse problema que eu descobri que esse “esquecimento” está relacionado diretamente com a forma como nosso cérebro memoriza.

Meu objetivo com esse artigo será mostrar para você que esse problema tem solução e que isso pode ser mais simples do que você imagina! Mas antes, você precisa saber alguns fatos importantes sobre o funcionamento da memória.

Está curioso? Então siga lendo o artigo. 😉

Por que você esquece

Talvez você se surpreenda ao saber que neurocientistas descobriram que esquecer é um processo natural e muito importante para manter a sanidade mental.

Você já imaginou como seria se você conseguisse se lembrar de tudo o que acontece diariamente na sua vida? Com certeza você se sentiria muito sobrecarregado mentalmente.

Para evitar essa sobrecarga cognitiva o cérebro usa alguns “critérios” para “selecionar” o que será ou não esquecido.

Veja nesse artigo o poder de se criar uma Rotina de Estudos eficiente

No entanto, é importante que você saiba que o esquecimento é um processo natural e que afeta todo mundo…

Mas uma das descobertas científicas sobre o assunto que mais me surpreendeu foi a de que o cérebro começa a esquecer gradativamente das informações, minutos após recebê-las 😮.

Isso explica por que depois de um tempo sem estudar a matéria, você tem aquela sensação de que tudo o que estudou sobre o assunto foi deletado da sua cabeça. Isso sim é um grande problema! Esse tipo de esquecimento pode afastar você do seu sonho de ser concursado.

Quando você começa a esquecer


Hermann Ebbinghaus e a curva do esquecimento

Você sabia que, em 1985, o psicólogo e filósofo alemão Hermann Ebbinghaus fez importantes descobertas a respeito do processo de esquecimento?

São essas descobertas que, hoje, ajudam a saber por quanto tempo uma informação fica armazenada na memória antes de ser esquecida parcial ou totalmente.

Em suas pesquisas, Ebbinghaus conseguiu identificar os momentos exatos do decréscimo na porcentagem de retenção de informações os quais ilustrou em um gráfico que ficou conhecido como a “curva do esquecimento”.

Embora já tenha se passado bastante tempo, as descobertas de Ebbinghaus são aceitas até hoje.

Quebrando todos os mitos sobre a Ritalina. Eu usei!

Diversos estudos científicos realizados recentemente comprovaram que a curva do esquecimento é a principal responsável pela perda de grande parte das informações aprendidas e que afeta a capacidade de lembrar o que estudamos.

Segundo as descobertas de Ebbinghaus, a curva do esquecimento já começa a agir logo depois que você termina de estudar um assunto.

Siga lendo e descubra como a curva do esquecimento está sabotando os seus esforços para passar no concurso. 😉

Como a Curva do Esquecimento funciona


Um exemplo didático sobre a curva do esquecimento é uma aula de uma hora de duração sobre uma disciplina que você não tem conhecimento.

Ao término da aula o cérebro terá absorvido no máximo 75% das informações porque nessa fase o cérebro ainda não tem informações suficientes para entender completamente a matéria.

Como você viu, a curva do esquecimento começa logo após o final da aula e seu declínio é progressivo.

O gráfico da curva do esquecimento de Ebbinghaus ilustra o processo de esquecimento ao longo do tempo:

• nos 10 minutos após o término da aula;
• nas 24 horas seguintes;
• em 1 semana e,
• 30 dias após a aula.

  • 10 minutos após o término da aula:

Você começou com 75% de retenção, mas após 10 minutos, sem tocar na matéria, restará apenas 45%. (30% já foi esquecido)!

Conforme o tempo vai passando, a curva não para de cair.

  • No dia seguinte:

Nas próximas 24 horas dos 75% iniciais, você irá conseguir lembrar apenas 22% do conteúdo que entendeu. Por isso que quando você retoma o estudo no dia seguinte, precisa pensar um pouco para lembrar em que parte da matéria parou.

  • Uma semana após a sessão de estudo:

Na semana seguinte, dos 75% iniciais, você conseguirá lembra de apenas 10% da matéria que entendeu.

Mas a curva não para por aí…

  • Um mês depois:

Se você não tiver feito nada para reter a informação na memória, você terá esquecido praticamente toda a matéria. Neste caso, e provável que terá de estudar novamente a matéria, desde o início. 😮

Veja como estudar seus resumos diminuem a Curva.

É possível Superar a Curva do Esquecimento?

Você conseguiu perceber como a curva do esquecimento está sabotando seus esforços de ser aprovado no concurso Público?

A conclusão que vários especialistas na área chegaram é que se você não fizer alguma coisa para reter a matéria na memória até o dia da prova, ela será naturalmente esquecida.

Não importa quantos cursos você faça, quantas horas você estuda por dia; se você não tiver uma estratégia para superar a curva do esquecimento, ela vai arruinar seus esforços.

Mas isso não precisa ser assim!

Não deixe que a curva do esquecimento atrapalhe seu sonho de ser concursado!

P. s: Você quer aprender como superar a curva do esquecimento?

Quer aprender como aumentar a sua capacidade de retenção inicial de 75% para até 100% do conteúdo estudado?

Abaixo vou passar 7 dias para você superar de vez a curva do esquecimento.

Aumentando seu desempenho nos estudos

Todo concurseiro que se preze está sempre querendo melhorar seu desempenho nos estudos, o motivo é óbvio, passar naquele tão sonhado concurso e desfrutar de uma vida profissional mais segura e estável.

Para conseguir superar a Curva do Esquecimento você precisa prestar atenção nos seus hábitos que podem definitivamente destruir toda uma preparação.

Algumas pessoas tem dificuldades de aprendizado porque simplesmente se desconhecem como estudante ou concurseiro. Você precisa se conhecer para conseguir definir uma boa estratégia de estudos.

Algumas pessoas por exemplo, rendem melhor a noite, outras pela manhã, umas gostam de estudar ouvido música, outras precisam de silêncio total, umas aprendem melhor assistindo aulas, outras aprendem melhor lendo sobre um determinado assunto. Se você não se conhece o suficiente para saber o que funciona melhor no seu caso, estudar pode se tornar algo realmente estressante.

Para melhorar seu rendimento nos estudos além de um autoconhecimento muito forte você precisa praticar e desenvolver técnicas de estudos eficientes. No artigo Como estudar para concurso público destacamos algumas técnicas que podem ser úteis para você na sua preparação.

Para ajudar você a se lembrar do que estudou e se tornar um candidato mais forte separamos algumas dicas muito interessantes que vai fazer total diferença na sua preparação para concursos.

1. Faça Atividades Físicas

Pode parecer estranho a primeira dica ser algo desse tipo mas não é. Aquilo que fazemos ou deixamos de fazer afeta diretamente nosso desempenho nos estudos. Fazer atividades físicas vai te fazer bem e esse benefício você vai perceber na sua disposição para estudar, por exemplo, se o nosso corpo está bem a nossa mente fica bem.

2. Não Evite os Erros

Já foi dito aqui em alguns artigos e provavelmente você já leu sobre o quanto é importante fazer bastante exercícios de todas as disciplinas do seu concurso. Quanto mais exercícios mais preparado você estará.

A grande dica fica para você que está estudando forte, quando estiver fazendo algum simulado, não tenha medo de errar questões. Errar questões durante a realização de um simulado vai te ensinar bastante, não tenha dúvidas sobre isso.

Diversos estudos já foram realizados e provaram que o erro é uma das melhores formas de sabotar a curva do esquecimento. Portanto não tenha medo de errar.

3. Fale Sozinho

Quando estiver aprendendo alguma coisa nova, leia em voz alta. Fale sobre a matéria como se estivesse dando uma aula pra você mesmo. Você ainda pode gravar aquilo que você estiver estudando no momento e ouvir posteriormente, utilizado mais um sentido a seu favor.

4. Durma Bem

Uma ótima noite de sono vai renovar as suas energias e restaurar células do seu cérebro. Durante o sono é quando somos renovados e se a qualidade do seu sono é ruim, isso certamente vai te prejudicar.

Além do sono ser bom durante a noite é aconselhável tirar um cochilo de 1 hora no máximo antes de se começar a estudar, principalmente se você trabalha durante o dia e só tem a noite para estudar. Essa prática além de te relaxar vai te deixar mais disposto para estudar. Durma com qualidade, a sua mente agradece!

5. Faça Muitos Rascunhos

Durante a aula, procure resumir em uma folha de papel aquilo que está sendo dado em sala de aula. Tenha o  hábito de fazer resumos de livros ou apostilas que você estiver usando na sua preparação. Estudos revelam que o hábito de se rascunhar aumenta em até 30% a sua capacidade de memorização.

6. Ensine para Aprender Melhor

Uma das maneiras mais eficientes de se aprender é ensinando. Quando ensinamos usamos todos os nosso sentidos e energia para passar aquilo que aprendemos. Essa dica é muito importante e ao praticá-la você verá que sua memória vai melhorar de forma significativa.

7. Procure Ficar Sempre Calmo

Por fim, apesar de toda a agitação que nos cerca, é sempre aconselhável que você procura levar um estilo de vida sem muitos estresses. O estresse prejudica grandemente o processo de memorização. Quanto mais calmo e relaxado você ficar melhor será o seu desempenho nos estudos.

Exercitando sua memória

Você já analisou a rotina de um atleta profissional? Se você for um bom observador já percebeu que TODOS os campeões seja em que modalidade esportiva for tem uma rotina de treinamento e exercícios.

A rotina, apesar de muita gente não gostar, faz parte da nossa vida. Precisamos tirar o melhor dela, e os atletas sabem fazer da sua rotina algo produtivo e recompensador no futuro, porque eles tem bem claro em suas mentes aonde querem chegar e o sacrifício necessário para atingir suas metas.

Você quer passar em algum concurso? Então faça como os atletas campões e exercite a sua principal ferramenta, seu cérebro.

Para você ter uma noção se esse assunto é realmente importante para sua preparação avalie as seguintes questões:

  • Você hoje tem pouco tempo para estudar?
  • Divide seu tempo de estudo com trabalho?
  • Tem problemas de concentração?
  • Estudou sobre um determinado assunto e ao final percebeu que não entendeu nada?

Se a sua resposta para essas questões foi sim, creio que o assunto desse artigo é do seu interesse.

A nossa mente é uma máquina perfeita e para que essa máquina trabalhe a seu favor, você precisa fazer uso dela constantemente. Lembre-se: Quanto mais você utilizar sua memória mais fiel a você ela será.

Você já notou que em algumas situações temos muita facilidade para guardar as coisas e em outras não? Temos facilidade para guardar o nome de algumas pessoas e outras não, lembramos de coisas que aconteceu na nossa infância mas somos incapazes de lembrar o que almoçamos ontem. Isso acontece porque nos casos de sucesso, praticamos de forma consciente ou inconsciente, um processo de memorização eficiente.

Como Assegurar o Correto Funcionamento do Cérebro?

Você pode hoje adotar algumas atitudes que vão tornar seu cérebro mais eficiente, na verdade o que aqui será citado serve para sua vida toda, adote posturas saudáveis e veja seu desempenho melhorar consideravelmente.

1. Durma Tempo o Suficiente

Essa atitude pode parecer já manjada ou comum de ser ouvida por aí, mas acredite, muitas são as pessoas que negligenciam essa regra. O fato é que se você não dorme o suficiente acaba prejudicando o funcionamento normal do seu cérebro e memórias.

Não adiante você querer aprender técnicas poderosas de memorização se você dorme pouco e vive cansado. Com esse tipo de comportamento você só irá conseguir um fraco desempenho em termos de memorização e concentração.

Uma boa noite de sono renova suas forças e o seu cérebro. Não abra mão disso. Se você quiser testar e comprovar essa dica, faça da seguinte maneira: Quando o ritmo de estudos estiver bem forte e você se sentir cansado, sem concentração e com sono pare tudo o que estiver fazendo, tire 1 ou 2 horas para dormir e depois retome seus estudos, você verá que sua memória e concentração estarão renovados.

2. Evite Fumar

Você quer dizer que alguém que fuma tem menor capacidade de memorização e concentração do que uma pessoa que não fuma? Não necessariamente. Sabemos dos males que o cigarro traz ao indivíduo ao longo do tempo.

Para que você tenha o melhor desempenho do seu cérebro seus órgãos fisiológico devem permanecer em bom estado. Tudo o que prejudicar os centros nervosos e o cérebro prejudica, automaticamente, a memória.

3. Procure Ter Uma Vida Saudável

Se você está fazendo um esforço intelectual grande para se preparar para um concurso, não deve negligenciar as outras áreas de sua vida. Procure ter uma vida equilibrada, se alimente bem, procure alimentos ricos em nutrientes que favoreçam o bom funcionamento do seu cérebro.

Procure fazer atividades físicas, seu corpo deve estar em equilíbrio e em perfeita harmonia.

4. Tenha Confiança na Sua Memória

Se você não confia na sua memória tende a não usa-la com frequência e consequentemente você não irá desenvolve-la.

Confie na sua memória e ela terá a oportunidade de funcionar com mais frequência.  Foque em melhorar a sua memória sempre.

Agora que você sabe algumas boas práticas para assegurar o bom funcionamento do seu cérebro e da sua memória, vamos passar para a parte que julgo ser primordial para o seu sucesso em concursos que são as técnicas de memorização.

O que você aprendeu nesse artigo?

Você precisa manter hábitos saudáveis para equilibrar seu corpo e sua disposição para se preparar para os concursos.

Para que seu cérebro tenha o melhor desempenho, antes de fazer qualquer treinamento sobre memorização, você precisa desenvolver os seguintes hábitos:

  • 1 – Durma Tempo o Suficiente
  • 2 – Evite Fumar
  • 3 –  Procure Ter uma Vida Saudável
  • 4 – Tenha confiança na sua Memória.

Espero que tenham gostado. Deixem seus comentários, ficarei muito feliz em conversar com você.

Um forte abraço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Rolar para o topo